Você Sabe o que é Destination Wedding?

Se você já pensou em casar em outro país ou estado, você pensou em fazer um Destination Wedding! Ele nada mais é que um casamento em um local distante de onde os noivos moram, e pode ser um casamento a dois ou com convidados. Devido a toda logística envolvida, são casamentos muito mais intimistas, que proporcionam uma experiência inesquecível aos convidados, e rendem fotos maravilhosas!

Claro que demanda muito mais tempo de planejamento – no mínimo um ano – e os gastos serão bem mais altos, caso planeje bancar os custos da viagem dos convidados e do fotógrafo. Pelo outro lado, caso seja um casamento a dois, será muito mais barato que uma cerimônia tradicional – e a lua de mel vem de brinde!

Se o seu desejo é fazer uma festa com convidados, nossa dica é contratar uma empresa para auxiliar no planejamento, caso a cerimônia seja em outro país. Afinal, será necessário encontrar o lugar perfeito, fazer a decoração, encontrar um juiz de paz, entre inúmeros outros detalhes. Mas o principal é escolher o lugar que faz seu coração bater mais forte!

Reunimos abaixo alguns dos destinos mais famosos para Destination Weddings – algumas de nossas noivas já casaram nesses locais, e as fotos ficaram lindíssimas, como você pode conferir!

Nossa noiva Natalia Serro casou em Roma, na Itália!
Roma, Itália – um lugar repleto de história, simplesmente encantador!

Punta Cana, República Dominicana – para quem sonha com os mares azuis do caribe!

Las Vegas, Estados Unidos – a cidade-símbolo do destination wedding a dois!

Havaí, Estados Unidos – um dos lugares mais bonitos e românticos do mundo!

Nossa noiva Natalia Sales teve seu destination wedding em Paris!
Paris, França – a cidade do amor, com os cenários que fazem 10 entre 10 mulheres suspirar ♥

Fernando de Noronha/RN – o arquipélago é considerado um dos locais mais deslumbrantes do Brasil!

Gramado/RS – pertinho de nós e não menos maravilhoso que os outros lugares da lista!

Madrinhas: Combinar ou Não, Eis a Questão!

Casamento chegando, tanta coisa para organizar e decidir, e o vestido das madrinhas acaba tornando-se quase tão importante quanto o da noiva! Sempre surge aquela dúvida: deixar cada madrinha escolher seu vestido, ou estabelecer cor e modelo para todas? Reunimos algumas dicas para te ajudar nessa escolha tão importante!

Nossa noiva Veronica e suas madrinhas: cores combinando, modelos diferentes!

Todas as madrinhas com o mesmo vestido
Melhor opção para aquela noiva super decidida, que tem uma ideia muito clara para seu casamento, e pensou nos mínimos detalhes. Ela quer que tudo fique perfeito, exatamente como sempre sonhou, portanto os vestidos precisam combinar com a paleta de cores da decoração. Caso você seja esse tipo de noiva, não se acanhe e fale para suas amigas que isso é muito importante para você! Elas certamente irão entender!

O que resta fazer é sentar com elas e combinar o modelo e as cores para que todas fiquem felizes! Faça desse um momento super especial e divertido, visitando lojas virtuais ou ateliês e conversando por horas até chegar ao modelo perfeito! Outra sugestão é fazer todos os vestidos em um mesmo ateliê, assim terá certeza que ficarão padronizados e que todas as madrinhas estarão igualmente bem vestidas.

Uma dica para fugir do lugar-comum é escolher o mesmo modelo de vestido mas em cores ou subtons diferentes – ou o contrário, mesma cor, modelos ligeiramente diferentes. Desta forma cada madrinha poderá optar por um vestido que complemente seu tipo físico!

Melhor para:
– Noiva com uma visão muito específica para o seu casamento – harmonia de cores, por exemplo
– Noiva que tem mais tempo disponível para reunir-se com as madrinhas
– Noiva que mora perto de todas as madrinhas

Nossa noiva Claudia deixou cada madrinha livre para escolher seu próprio vestido!

Cada madrinha escolhe seu vestido
Se você é uma noiva mais prática, certamente pretende deixar cada madrinha escolher seu próprio vestido. Por um lado, isso é bom para suas amigas, que terão liberdade total para vestir-se como preferirem. Por outro lado, é muuuito divertido reunir-se para escolher o modelo que todas vão usar! Mas de qualquer forma, recomendamos que estabeleça pelo menos o comprimento do vestido: longo ou curto!

Melhor para:
– Noiva prática e desencanada
– Noiva com grande número de madrinhas, tornando inviável o processo de escolha e provas
– Noiva com madrinhas que moram em diferentes cidades

Vestido de Noiva: Branco ou Off-White?

Uma das primeiras dúvidas que surgem ao começar a busca pelo vestido perfeito é a questão do tom: branco ou off-white?

O branco é, com certeza, a cor tradicional do vestido de noiva. Mas, dependendo do seu tom de pele, o branco puro não irá lhe favorecer tanto quanto o off-white – tonalidade que está em tendência por uma questão puramente ecológica. A cor do tecido natural nunca é completamente branca, sendo necessário passar por vários processos químicos até atingir o tom de branco puro.

O branco harmoniza-se melhor a mulheres com tom de pele frio, ou seja, pele muito clara com subtom azul, chamadas “inverno” e “verão”.

Já o off-white destaca a beleza das mulheres dos tipos “primavera” e “outono”, que têm pele mais morena, com subtom dourado!

Nós já fizemos uma matéria bem completa a respeito dos tons de pele! Se você perdeu, confira aqui!

Para conferir de modo rápido e prático qual é o seu tipo de pele, coloque uma amostra de cada tom de tecido ao lado de seu rosto sem maquiagem, em frente ao espelho. O tecido que lhe deixar com aparência mais saudável e iluminada será o correto para seu tom de pele!

Vale a pena experimentar modelos de vestidos tanto em branco quanto em off-white, e observar o efeito das cores na própria pele. Mas o importante mesmo é seguir seu instinto, e optar pelo modelo que fez seu coração bater mais forte!

Vestidos de Noiva dos Filmes!

O cinema sempre foi uma grande fonte de inspiração para estilistas, e não poderia ser diferente quando o assunto é vestidos de noiva.

Selecionamos alguns dos vestidos que povoaram os sonhos das noivas desde os anos 50, e que mostraram resistir ao teste do tempo!

Quer ainda mais inspiração? Visite nosso post sobre os vestidos de noiva da realeza!

Venha recordar o passado conosco, e não deixe de dizer qual é o seu modelo favorito!

Seu Tom de Pele e como Harmoniza-la com seu Vestido!

Você sabia que o seu tom de pele, olhos e cabelo têm grande importância na hora de escolher a cor do seu vestido de festa – e também no tom do seu vestido de noiva?

Profissionais de visagismo costumam dividir as pessoas em 4 tipos, que são nomeados conforme as estações: verão, primavera, outono e inverno. Leia mais para descobrir em qual estação você se classifica e quais cores lhe favorecem!

• As pessoas que se encaixam no tipo Verão têm cabelos e pele claros. Loiras naturais com pele rosada e morenas com olhos claros e pele branca seriam do tipo verão. As cores recomendadas para este tipo de mulher são: azul, rosa, lilás, roxo e amarelo pálido.

Se você gosta desse tipo de matéria, temos um post especial ensinando a reconhecer e valorizar sua silhueta! Confira!

• Já as pessoas do tipo Primavera têm tom de pele mais quente que as do tipo Verão. Costumam ter sardas, e cabelos mais dourados/avermelhados. Olhos azuis ou verdes. As cores mais indicadas são: cores claras e brilhantes, amarelo, dourado, turquesa, marrom, vermelho, roxo.

• Mulheres Inverno são as de cabelo e olhos escuros, com tom de pele branco puro, amarelo-oliva, ou morena! As cores mais adequadas para elas são azul-marinho, vermelho, rosa, pink, preto e roxo. Evite tons pastéis!

• Para finalizar, as mulheres Outono têm cabelos loiro dourado, ruivos ou castanhos escuro/pretos. Suas peles puxam mais para tons quentes/amarelados, e os olhos são geralmente escuros. As cores que mais favorecem o outono são: caramelo, bege, verde-oliva, laranja, dourado, marrom escuro e tons de cinza quente.

Parece difícil a princípio se enquadrar definitivamente em um dos 4 tipos, não é? Por isso, fazemos testes com a cliente em sua primeira visita, colocando-a em frente ao espelho com diversas cores de tecido, cobrindo todo o corpo com o material e observando seu rosto.

Assim, vemos com facilidade qual tom de tecido deixa sua face mais iluminada, qual destaca mais a cor dos seus olhos, disfarçando até mesmo as olheiras e outras imperfeições. Sim, tudo isto é possível quando encontramos a cor perfeita para o seu tipo de pele! Vale a pena investir em vestidos sob-medida, que serão feitos com todos estes detalhes em mente.

Buquês de Flores e Seus Significados

Flores têm o poder de encantar diversos sentidos: olfato, visão, tato… não é surpresa que tenham sido incorporadas à uma das cerimônias mais belas e importantes das nossas vidas.

A tradição dos buquês de noiva existe desde a antiguidade. No princípio, noivas não carregavam flores, mas sim diferentes tipos de ervas! Seu objetivo era afastar maus espíritos e olhados, e também proteger-se, devido ao poder de cura destas plantas.

Na era vitoriana, as flores passaram a ser trocadas pelos amantes como se fossem uma linguagem secreta, de modo que cada flor representava uma palavra. Lindo, não? Assim, o “significado” das flores persistiu até os dias de hoje. Veja abaixo uma pequena lista com as mais populares!

Azaléia: elegância
Camélia: beleza
Cravo: rosa representa bravura, vermelha representa amor, branca representa talento
Crisântemo: riqueza, abundância
Dália: união
Gardênia: pureza
Lírio: majestade, verdade, honra
Magnolia: amor à natureza
Orquídea: amor, beleza
Rosa: amor, alegria, beleza
Tulipa: paixão

Outlet Virgínia Manssan em 24 de março – Especial Dia da Mulher!

Nosso próximo outlet será mais imperdível que nunca! Em comemoração ao dia da mulher, estaremos com uma programação super especial para nossas noivas!

Confira tudo que estará disponível para você no dia 24 de março:

– Cerca de 200 modelos de vestidos com valores entre R$ 990,00 e R$ R$ 5.599,00;
Mesa de doces para degustação na parte da manhã, carinhosamente elaborada pelas meninas do À La Carol;
– Bate papo com a cerimonialista Muriel Bernardes;
Sorteio de voucher no valor de R$ 300,00 para compra de acessórios em nosso atelier*.

O Outlet acontecerá no dia 24 de março de 2018, sábado, entre as 10 e 16 horas. Atenderemos por ordem de chegada e teremos um time selecionado para tirar dúvidas das noivas, fazer provas e ajudar na escolha do modelo perfeito. Venha e traga as amigas, faça deste um momento especial!

O Atelier Virgínia Manssan fica na Rua Barão de Santo Ângelo, nº 178, no bairro Moinhos de Vento, em Porto Alegre/RS.

*Observação:
– Para participar do sorteio do voucher, a cliente deverá adquirir um dos vestidos no outlet e fazer check in no Atelier Virgínia Manssan no Facebook.

Casamentos da Realeza

Casamentos da realeza são eventos que tomam conta de todas as manchetes ao redor do mundo, e os vestidos usados pelas lindas noivas reais sempre criam tendências, tornando-se objeto de desejo de futuras noivas.

Com o casamento do príncipe britânico Harry se aproximando, reunimos alguns dos mais icônicos vestidos de noivas da realeza para inspirar nossas futuras noivinhas! Confira e encante-se conosco!

Seu Tipo de Silhueta e Como Valoriza-la

Com certeza, você já ouviu falar em vestir-se conforme seu tipo físico. Mas você sabe qual é o seu? E como estas regrinhas se encaixam na hora de escolher o vestido de noiva? A ideia aqui não é encaixar todas as pessoas em uma silhueta “ideal”, e sim valorizar o tipo físico da noiva a fim de deixa-la o mais confiante possível no seu grande dia!

Formato Retângulo: Neste tipo físico, os ombros e quadris têm a mesma largura, e a cintura não tem muita definição. Aqui, geralmente o objetivo da noiva é criar a ilusão de que sua cintura é menor, o que pode ser realizado usando tanto o formato cintura império, quanto uma faixa. Drapeados também auxiliam nesta tarefa, assim como bordados!

Formato Triângulo Invertido: Quando os ombros são largos, e o quadril, mais fino que eles. Nossa sugestão é deixar os ombros à mostra, usando saias amplas com muita textura, a modo de chamar o olhar para o quadril.

Formato Ampulheta: Quando ombros e quadris têm mais ou menos a mesma largura, e a cintura é bem definida. Recomenda-se tirar vantagem da sua silhueta proporcional usando um vestido bastante ornamentado, com bordados e texturas. Vestidos justos também são ideais.

Quando seu vestido é feito sob medida nós pensamos em todos estes detalhes! Veja tudo que podemos te oferecer aqui no Atelier Virgínia Manssan!

Formato Pêra: Quando quadril e coxas são mais largos que a parte superior do corpo. O recomendado aqui é enfatizar o torso, usando apliques, texturas e bordados nesta parte, e usar uma saia ampla, tornando a silhueta mais proporcional.

Formato Maçã: Aquele no qual tanto o quadril quanto o torso são cheinhos, e sem muita definição na cintura. O vestido mais indicado seria o cintura império com saia armada, ou um modelo com corset, que tornaria a silhueta mais proporcional.

Qual a Diferença entre Véu e Mantilha?

Você sabe diferenciar um véu de uma mantilha?

O véu começou a ser usado na Grécia Antiga para “proteger” as noivas dos maus olhados, além de ser considerado um símbolo de pureza e castidade. Essa simbologia se mantém até hoje e é por isso que o véu ainda é uma das opções preferidas para adornar o rosto da noiva.

Ele deve ser confeccionado em tecido leve, como o tule. Geralmente é bastante simples, sem muitos detalhes ou com algum acabamento discreto, como filete em cetim, por exemplo. Existem 5 tipos de véus (que se diferenciam pelo tamanho): véu longo ou catedral; véu ponta de dedo; véu cotovelo; véu ombro e voilette.


Já a mantilha é de origem hispânica e é tradicionalmente relacionada à modéstia, humildade, pureza e juventude da noiva. Como o véu, a mantilha pode ser longa ou curta. Seus bordados e aplicações de rendas devem sempre acompanhar o mesmo estilo do vestido.

Não deixe de conferir nosso post mostrando as regras básicas para a escolha do acessório de cabelo!

A mantilha tem a mesma função do véu, mas se diferencia em 3 questões:

1. O tecido usado: na mantilha o tecido é mais pesado que nos véus, ficando desse modo mais rente ao rosto da noiva, enquanto que os véus sempre criam volume;

2. Aplicações de renda e bordados: nos véus eles são discretos, na mantilha eles são destacados, geralmente aparecendo em toda a extensão da barra da mantilha;

3. A forma de prender: a mantilha sempre aparece com bastante destaque sobre a cabeça da noiva, enquanto o véu é sempre preso de modo que seu começo fique escondido sob um acessório ou sob o penteado.

Agora que você já sabe como diferencia-los, conte-nos qual dos dois você prefere!